outubro 11, 2007

O apego às ações…

Posted in Ações tagged , , às 20:56 por Arthur Gouveia

MoedasArthur e Amanda conversam durante o jantar…

– Môr – diz Arthur – a bolsa caiu…

– Normal. Tudo o que sobe tem que descer.

– Mas caiu só no final da tarde quando estávamos fazendo compras. Vendi minhas ações da Sadia.

– Ué, mas se você estava no supermercado fazendo compras, como vendeu?

– Emiti uma ordem stop móvel ontem.

– Hein?

– Stop móvel. Eu defini um valor mínimo do preço da ação. Se cair abaixo desse preço, vende, mas se subir esse limite também sobe.

– Ainda tá meio confuso…

– Digamos que ação da Sadia esteja valendo R$11,00. Eu dou uma ordem stop para a corretora dizendo o seguinte “se essa ação cair abaixo de R$10,50 venda por R$10,48, mas se ela subir aumente esse preço de venda”.

– Ah, entendi.

– Pois é. Acontece que eu estava com esse stop em R$11,52 e quando o preço da ação chegou a esse nível, zupt, deixei de ser sócio da Sadia.

– Perdeu dinheiro?

– Não. Comprei a R$9,02 e vendi a R$11,52. Quase 28% de lucro bruto. Descontando as taxas de corretagem deve dar uns 23% de lucro.

– Uau! Que outra aplicação renderia isso em dois meses?

– Eu sei, mas não queria ter vendido

– Ah, pronto! Agora você vai ficar apegado a suas ações…..

– Acho que sim… Snif…

– Então compra de novo!

– Não. Agora comprar de novo só se cair bastante. Só assim dá pra compensar as taxas de corretagem. Vou comprar é outra empresa. Vou aumentar minha posição na Petrobrás.

– E vai se apegar a ela também?

– Claro! Vou ficar com minhas ações pra sempre. Deixar de herança pra nossos filhos.

– Imaginei que isso fosse acontecer….

Anúncios

outubro 10, 2007

Ibovespa e outros detalhes…

Posted in Ações tagged , , , , , às 19:55 por Arthur Gouveia

CifrãoCassio falou:“Olá Arthur. Muito legal seu blog. Acessei pela primeira vez ontem e adorei as conversas dos Endinheirados. Muito bom. Mas nesse último bate papo entre o Arthur e o Léo fiquei com algumas dúvidas sobre a pontuação do ibovespa, preço por lucro, dividendos… Dá pra esclarecer?”

Relaxa Cassio. Nem mesmo muitos dos grandes “conhecedores do mercado” têm total clareza sobre o ibovespa e sua pontuação. Eu mesmo tive que pesquisar bastante sobre esse assunto. Parece que o Léo também tem algumas dúvidas…

– Arthur, ontem conversamos sobre a bolsa. Não sei se acredito que a bolsa está em um movimento sustentável.

– Os argumentos não te convenceram?

– Bem… É que na verdade entendi pouca coisa do que conversamos. Eu tô vendo no jornal que a bolsa tá subindo, mas tem gente falando que vai despencar. Não entendo muito bem como verificar que a bolsa subiu ou desceu.

– Você já ouviu falar no Ibovespa?

– Talvez…. Não sei…

– O Ibovespa é um índice que representa uma carteira virtual de ações. A Bovespa pega as empresas mais negociadas na bolsa e começa a acompanhar seu desempenho. Hoje são 63 ações que compõe o índice e cada empresa tem um determinado peso no Ibovespa. O índice é o valor, em moeda corrente, dessa carteira hipotética de ações. Se hoje o Ibovespa está em mais de 63.000 pontos, é sinal que essa carteira vale mais de R$63.000,00.

– Interessante!

– Pois é. Essa carteira foi criada em 02/01/1968 e de lá para cá não sofreu nenhuma modificação em sua metodologia. Ela continua considerando apenas as empresas que representam ao menos 80% do número de negócios e do volume negociado na bolsa. Importante ressaltar que não é por que a bolsa caiu que um investidor teve prejuízo. O Ibovespa pode ter uma queda acentuada, mas ações que não fazem parte do índice podem ter subido. Mesmo as ações que compõem o Ibovespa têm comportamento diferente ao longo do tempo.

– E o tal “preço por lucro”?

– Este indicador, também chamado de P/L é simples de calcular. Pegue o lucro de uma empresa, divida pela quantidade de ações que ela tem no mercado. Você acabou de calcular o lucro por ação. Divida o preço da ação por esse lucro e pronto! Você tem o P/L. Quanto menor esse indicador, melhor, já que a ação está barata se comparada com seu lucro e com a possibilidade de gerar dividendos.

– O que são esses dividendos?

– Toda empresa deve remunerar seus acionistas. A lei das S.A. define que uma empresa deve distribuir ao menos 25% do lucro líquido aos seus acionistas. Algumas empresas oferecem bem mais do que isso. Isso deve ser levado em conta ao ficar sócio de uma empresa. Quanto mais dividendos, melhor.

– Saquei!

– Outra forma de remuneração dos acionistas é através dos juros sobre o capital próprio. Distribuir dinheiro aos acionistas dessa forma é vantajoso para a empresa já que, nesse caso, quem paga o imposto de renda é o acionista.

– Muito bom Arthur! Estou aprendendo cada vez mais com essas nossas conversas.

– Eu também, Léo. Eu também…

E aí, Cassio. Espero que assim como o Léo suas dúvidas tenham sido sanadas…

outubro 9, 2007

E a bolsa? Os recordes são sustentáveis?

Posted in Ações tagged , , , às 18:39 por Arthur Gouveia

CifrãoA bovespa quebrou novos recordes hoje. O fechamento ficou em 53.548,69 pontos e volume negociado acima de 6,5 bilhões de reais. Vendo tanta euforia com a bolsa, será que esse movimento é sustentável? Léo também tem dúvidas e conversa com Arthur sobre isso…

– E aí, Léo, já decidiu se vai investir na bolsa?

– Sei não, cara. Esse sobe e desce me mata.

– Pô, mas a bolsa tá se mostrando um ótimo negócio!

– Ah, Arthur, não sei não. Às vezes bate recordes, mas às vezes despenca! Será que esses recordes não são só euforia? Se for logo logo despenca de novo….

– Olha, Léo. Tem muita gente achando isso sim, mas também tem muita gente mostrando que o momento é positivo.

– Será? Eu acho que é só uma empolgação momentânea. Logo logo vem tombo por aí…

– Léo, vi uma matéria no Infomoney mostrando exatamente isso. Não dá pra olhar o ibovespa só pela pontuação. O volume negociado tem sido expressivo. Nesse segundo semestre o volume médio de negócios já chegou a 5 bilhões de reais por dia! Isso é 25% maior que o primeiro semestre e 108% maior que no segundo semestre de 2006! Além disso cada vez mais empresas estão abrindo o capital e oferecendo ações na bolsa.

– Caramba!

– Pois é! E também tem alguns indicadores favoráveis. O Preço por Lucro do Brasil, por exemplo, fica em torno de 13. Esse é um dos menores valores entre os países emergentes. Mesmo com o recente crescimento no preço das ações, ainda estamos bastante atrativos
comparativamente com outros países.

– Se você diz…

– Digo sim! E além disso, temos que pensar nos dividendos! Os proventos pagos pelas empresas ficam cada vez mais atrativos num cenário de queda de juros. Ganhar uma graninha extra com dividendos é um bom negócios. Tem um grupo de senhoras nos Estados Unidos que estão complementando a renda com dividendos pagos por empresas na bolsa de Nova Iorque.

– Ah, mas não sei não…

– Léo, a bolsa vai bem obrigado. Os números recentes não devem trazer medo mas a percepção de que o mercado de renda variável vive um momento único no Brasil. E aí, você vai querer ficar de fora???