outubro 8, 2007

O parcelamento dos desejos

Posted in Educação financeira tagged , , , às 17:29 por Arthur Gouveia

CalculadoraVictor vai visitar Arthur em seu apartamento.

– Credo Padrinho! Até hoje a sala tá vazia! Só tem um sofá.

– Mas já melhorou. Da última vez que você esteve aqui não tinha nada!

– É, mas já faz quase dois anos que você casou.

– Eu sei, mas não dava pra comprar tudo de uma vez.

– Ué, mas se você fica investindo, é porque tem dinheiro. Se tem dinheiro dá pra comprar os móveis!

– Não é tão simples assim, carinha. Recebo meu salário e logo invisto um pouquinho, pago a previdência privada, pago as contas e, se sobrar, compro alguma coisa.

– Ah, mas dá pra comprar à prestação.

– Eu sei, mas não quero.

– Por que não?

– Por causa dos juros. Se o sofá custa R$2.000,00, com os juros pode ir a quase R$4.000,00!

– É mesmo? Nossa!

– Pois é. Eu prefiro parcelar de outro jeito. Parcelar a compra e não a conta.

– Não entendi!

– É simples. Eu não vou comprar um sofá só por que a sala está vazia, só por que as visitas iriam falar mal. Eu compro as coisas quando eu e a Amanda achamos que é realmente a hora. E isso se tivermos dinheiro pra comprar à vista.

– Mas você ganha o suficiente pra pagar tudo à vista?

– Não, mas, quando decidimos comprar alguma coisa fazemos uma reservinha. Guardamos um pouquinho todo mês pra, no futuro, ter o dinheiro suficiente.

– E foi assim que você comprou o sofá?

– Foi assim que compramos tudo aqui em casa! O sofá, a geladeira, o microondas, a máquina de lavar, a TV… Primeiro juntar dinheiro e depois comprar.

– Nossa, tudo à vista?

– Não exatamente. Às vezes financiamos alguma coisa, mas no máximo em três vezes. E nunca fizemos duas dívidas ao mesmo tempo! Agora, quanto a esse sofá no qual você está sentado, guardamos o dinheiro. Quando eu recebi um dinheiro extra da empresa e vimos que tínhamos o suficiente para o sofá, fomos às compras.

– E aí comprou o sofá…

– Não só o sofá! Fomos à loja e fizemos uma super negociação. Tinha visto em outra loja uma mesa de jantar por R$4.000,00 e nessa em que compramos o sofá, conseguimos por R$4.600,00 o sofá, a mesa de jantar e dois pufes!

– Nossa!

– Pois é, e tudo por ter o trunfo de pagar à vista. Negociei o que podia com a vendedora, a gerente cedeu mais um pouquinho e a negociação final foi direto com o dono da loja! No fim das contas ele deu um super desconto e ainda dividiu em três vezes! Foram três horas escolhendo tudo e negociando, mas valeu a pena. Economizamos um bocado!

– Caramba!

– Pois é, Victor. Vê se aprende! Evite fazer dívidas. Compre à vista, negocie tudo, compre só aquilo que você consegue pagar! Eu evito ao máximo parcelar as minhas contas, prefiro parcelar os meus desejos e necessidades. E você?

Anúncios

2 Comentários »

  1. Krop said,

    Grande Arthur,
    Bom texto, como sempre.
    Abraço.
    Krop.

  2. Krop. Muito obrigado. Fico feliz em saber que o público do Dinheirama está vindo prestigiar o Endinheirado. Muito obrigado mesmo…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: