setembro 28, 2007

Reserva de emergência

Posted in Dicas, investimentos tagged , , , às 09:21 por Arthur Gouveia

Você pagou suas contas e guardou um pouco para o futuro. O mês ainda não acabou? Parabéns! Você tem muitos méritos! Se ainda tem um dinheirinho na sua conta, é hora de fazer uma reserva de emergência.

Que tipo de emergência?

Deixemos as coisas muito bem claras. Uma super liquidação de sapatos, uma promoção de livros e DVDs, um feirão de carros com juros de 0,99% a.m. parcelado em 84 vezes, uma grande queima de estoques de eletro eletrônicos não são emergências!

Uma emergência não ocorre fora de sua casa ou fora de sua vida. Uma emergência seria uma doença, um falecimento na família, um acidente, a perda do emprego ou algo desse nível. Algo que se prolongue por alguns meses ou que tenha um forte impacto pontual no orçamento. Fortes impactos por muitos meses não é uma emergência, é o caos, e o caos exige mais do que um plano B; exige um método de gestão de crises.

Como posso me precaver às emergências?

É possível evitar acidentes dirigindo de forma responsável. É possível não ser surpreendido por uma doença fazendo exames preventivos e praticando esportes. É possível evitar a perda do emprego sendo maior do que seu cargo. Mas os imprevistos acontecem, e o grande problema é que os imprevistos são imprevisíveis (duh!).

Se não posso prever os imprevistos, posso ao menos minimizar os impactos?

Pode e deve! Em caso de emergência seus rendimentos mensais não serão suficientes para te manter. Você vai precisar de uma fonte extra de dinheiro. Você pode, então, pegar um empréstimo, entrar no cheque especial, deixar de pagar algumas contas e fazer várias outras no cartão de crédito, certo? ERRADO!!! Você deve sacar sua reserva de emergência!

Mas como eu construo essa tal reserva?

Primeiro, analise sua vida, seu nível de consumo. Imagine uma grande emergência, uma grande catástrofe que se arrastaria por seis meses. O que você conseguiria economizar? Que cortes você poderia fazer se fosse extremamente necessário? Estou falando sobre TV a cabo, Internet ADSL, cinema todo fim de semana, celular, jantar fora na sexta feira, o chopinho com os amigos, assinatura do jornal, empregada. Lembre-se você está se preparando para uma crise e será necessário cortar alguns serviços e benefícios. Não dá pra manter o mesmo nível de vida, mas não é uma boa idéia deixar de pagar as contas de água, luz, telefone, aluguel, condomínio. Isso pode fazer a crise se estender por mais tempo que o necessário.

Eliminando todos estes gastos e tendo um orçamento super enxuto, verifique de quanto você precisaria para sobreviver dessa forma durante cerca de seis a oito meses. Pronto! Agora você sabe o mínimo tem que guardar. Se você tem uma previsão de quanto pode guardar mensalmente, divida uma quantidade pela outra e você terá quanto tempo precisa para montar a sua reserva. Se esse tempo for muito maior que seis meses, cuidado. A emergência pode chegar antes de você estar preparado. Talvez seja melhor diminuir a parcela dedicada a um futuro tranqüilo e aumentar o montante destinado ao seu fundo de emergência.

Atingiu o valor mínimo da sua reserva? Que tal acumular mais um pouco. Chegou a um valor satisfatório? Mantenha este valor rendendo em alguma aplicação. Como seu fundo de emergência já atingiu o valor necessário para você sobreviver por um tempo, passe a investir este dinheiro para uma vida mais tranqüila no seu futuro.

Onde invisto meu fundo de emergência?

Alguma aplicação de alta liquidez. Um investimento onde você possa sacar sem ter que esperar mais do que alguns dias. Poupança ou um fundo de renda fixa com um ou dois dias de carência para crédito após um resgate. Lembre-se: um fundo de emergência não tem que render muito, tem que ter alta liquidez!

E aí, se sente seguro agora???

Anúncios

2 Comentários »

  1. Este é o artigo que eu não publiquei ontem. Hoje à tarde deve sair outro do forno. Falando sobre a “gastança”!!!!

  2. […] caso já tenha grandes dívidas, acho que é hora de adotar uma solução emergencial. Lembra da reserva de emergência? Pois é, esqueça! Não é hora de gastar sua reserva. É hora de agir como em uma crise […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: